sexta-feira, 28 de maio de 2010

outrora eu não te desejei assim...

eu vi-te sempre como uma criança.
como uma amigo.
como um porto de abrigo, ver-te hoje em dia como um FRUTO proibido é estranho por demais.
é estranho o desejo de estar apenas ao teu lado (...)
é estranho querer sorrir pra ti sem qualquer motivo obvio :$
é tão estranho querer beijar-te, estar nos teus braços, sentir a tua segurança
eu sei que não foi por mal, eu sei.
também sei que sentes o mesmo que eu, por mais que o negues, tu sabes que também me queres beijar, e só não o admites por seres cobarde.
tu não tens culpa esta na tua pele, todos os homens têm um pouco de cobardes em si, e tu não és excepção...
eu só não percebo se eu te amo, se tu me amas.
porque é que não dá ?

quarta-feira, 19 de maio de 2010

saudade


Sim,admito tenho saudades (...)
Tenho necessidade de te tocar, de sentir-te a tocar-me, tenho saudades de fazer birra e bater o pé e de você me beijar para eu deixar o meu amuo.
Foram tantos sonhos, tantas alegrias, tanto amor, e foi tudo mandado fora :s
tanto amor, tantas palavras, tudo o que sonhamos foi deitado fora, como lixo.
Eu pergunto-te porquê??
porque é que me fizes-te amar-te se só querias usar-me, se só querias um jogo, uma aventura, usaste-me como uma boneca, como se não fosse uma pessoa.
enganaste-me, utilizaste-me, fizes-te tudo (...) trataste-me abaixo de cão, ou melhor nem um animal se trata assim, porque qualquer ser vivo têm sentimentos.
Mas mesmo no final de me tratares tão mal, no final de me tratares como se fosse lixo, eu continuo a amar-te.
Sim, sou imperfeita, não sou como as raparigas, ou melhor, não sou como as outras raparigas,como custumavas dizer "és esquisita".
Sabes que mais? eu gosto de ser esquisita, gosto quando me dizias que sou diferente, e agora?! parece que não passo de mais uma, outra no meio de tantas raparigas deste mundo (...)
Mas... como ser humano, como ser imperfeito... ainda não te esqueci, se eu fosse perfeita nem sequer me tinha apaixonado por ti, nem sequer me tinha entregue quase toda a ti.
Eu ainda me lembro... dos momentos em que estavamos só os dois... ahahah eram tão maravilhosos, tão cómicos, tão únicos, mas acima de tudo, onde tudo é imperfeito,quando estava contigo, tu tinhas a capacidade de tornar tudo bem perfeitinho...
e de um momento para o outro puff.
tudo desapareceu e tu foste embora, sem eu nunca te chegar a dizer 'eu AMO-TE'
todos os dias penso no que aconteceria se eu disse-se que te amo.
e todos os dias penso que será num outro dia...
como não te o consigo dizer, fica aqui porque sei que um dia o vais ler.
AMO-TE de VERDADE, á mais de um ano :$$
e vais ficar sempre marcado D'T <3

quarta-feira, 12 de maio de 2010

mais uma vez não consigo parar de te amar


e de novo voltou tudo.
voltei a cair do sitio de onde me havia sido tão dificil subir...
dei a maior queda da minha vida á mais de um ano $: e não foi uma queda bonita, foi uma queda dura em que eu caí mesmo desamparada, e ninguém me conseguiu amparar .
só quando eu caí é que correram todos para mim, mas já era tarde eu já estava na lama e já seria dificil , se não impossivel levantar-me .
Estive seis meses, seis longos meses no chão, a minha vida não era nada mais que estar em casa, ir para a escola, vir ao blog, ao hi5 e raramente ao msn, porque não queria, eu não me sentia bem a falar com ninguém;
muitos me tentaram ajudar, e poucos conseguiram, ou melhor nenhum conseguiu, eu durante essa altura contrui um muro tão forte em meu redor, que ainda hoje o estou a destruir aos poucos... deixei de sorrir, de brincar, deixei de ter amor á vida, á fotografia, aos amigos,á representação, ás festas, e pior deixei de ter amor á coisa que mais amo, deixei de amar dançar.
Durante certo tempo deixei mesmo de dançar, deixei até de ouvir musica com batida , o meu tipo de musica enquanto não passei essa fase era como que musica fúnebre.
Sentia-me sozinha, mesmo tendo mil e uma pessoas em meu redor;
perdi a minha melhor amiga, o meu namorado da altura e fiquei mesmo sem chão... á pouquissimo tempo fiz as pazes com ela, e foi ela sim, a rapariga que me tinha deitado a baixo foi a UNICA que me conseguiu fazer subir, que me fez erguer novamente a antiga mariana...
mas ainda nem tudo era um mar de rosas.. eu continuava a sentir-me inutil, continuava sem dançar, continuava sem brincar, mas acima de tudo continuava sem ser feliz.
e foi aí que me disseram, o resto tens de ser tu a fazer, eu so dizia não tenho mais forças compreendam ...
mas tinha, não sei onde, nem onde é que elas tinham estado naqueles ultimos tempos, mas eu tinha-las...
e aí sim, eu voltei a viver.
lembro-me que a primeira coisa que eu fiz foi pedir á minha irmã para ir ao bairro alto, dancei a noite inteira, como não dançava á imenso tempo...
voltei a ter os meus amigos, e mesmo aqueles que eu tratei mal e aqueles que eu afastei voltaram...
eu deixei de chorar durante a noite, e os pesadelos que não me deixavam em paz, simplesmente desapareceram...
eu jurei não deixar que mais nenhum rapaz me deixasse na lama...
jurei não deixar que nenhum rapaz me deita-se a baixo ou me fizesse sentir nojo de mim própria, mas passado este tempo eu voltei a deixar...
voltei a deixar que ele me tratasse abaixo de cão. que ele me usasse a seu proprio e belo prazer, e mais uma vez estou na lama...
a diferença é que hoje eu já não choro, guardo tudo atraz daquele muro que nunca consegui derrubar complectamente.
eu sei que tenho de acabar com isto tudo... eu sei que tenho de fazer com que a nossa historia acabe agora, antes que mais tarde me magooe ainda mais...
eu sei que isto nem devia ter começado... mas agora é tarde.
Já te amo :$$

quarta-feira, 5 de maio de 2010

amar de olhos fechados.


Eu quando te vi, não quis saber da cor, dos amigos, da roupa...
não, eu só te olhei nos olhos, disse o meu nome, comprimentamo-nos, e seguimos em direcções completamente opostas.
Achava Eu...
Reparas-te que foi no primeiro dia em que me disses-te "OLÁ" que a nossa historia começou?!
Lembras-te das juras de amor eterno? das mãos dadas? das mensagens? dos gestos? do verão?
ohh meu deus, do melhor verão da minha vida :$$
eu queria que fosses para sempre meu!
eu escrevi as mais bonitas frases de amor, só para ti, sem nunca copiar uma unica palavra dessas frases feitas, e tu sabes que é verdade.
tu juras-te que iria ser sempre eu, mesmo que gritasse-mos um com o outro, que falasse-mos de maneira incorrecta ou que dissesse-mos coisas da boca para fora coisas que nao sentisse-mos.
mas mentis-te :'C
Hoje parece que te esqueces-te de tudo, tratas-me quase a baixo de cão já reparas-te?! mas eu continuo feita parva a amar-te, e cada vez que passo num sitio onde antes passei contigo, lembro-me de ti, lembro-me do teu olhar, FOGO, lembro-me de quando nos ama-mos como os antigos se amavam no tempo de cólera.
Eu amei-te de olhos fechados, e ainda amo, porque já reparas-te que por mais porcaria que faças eu sempre te perdoei, se perdoei não foi por querer, foi por te amar, amar como nunca amei ninguém!
Atrevo-me a dizer que foste o unico que amei totalmente de olhos fechados, sem ligar aos teus defeitos e tornando-os aos meus olhos qualidades.
Já fez um ano e meio , lembras-te? :') :$$

About me