domingo, 30 de janeiro de 2011

Um dia mudei tudo em mim,
Nesse dia dei tudo o que havia jurado não dar a ninguem,
Nesse dia rebaixei-me por quem nunca o mereceu,
E nesse dia, como por magia,
esqueci todas as minhas convicções,
esqeci todas as minhas bases e costumes,
esqueci tudo aquilo a que devia ser fiel.
Hoje, eu juro.
E só o juro a mim mesma,
só o juro porque só por mim, é que eu devo fazer algo,
só por mim é que eu devo mudar,
e hoje eu percebi isso.
que se tenho de mudar,
tenho de mudar por mim.


Estou de volta às minhas bases, às minhas convicções, aquilo porque sp lutei e por aquilo a que sp jurei
ser fiel!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011


E se não passar de um sonho?
E se na realidade tudo o que tive até agora, todos os olhares,
todos os abraços, todas as palavras,
e se,
não passarem de imaginação?
de um sonho?
se realmente cada palavra nao for pura
ficção?
Tenho mil e uma duvidas,
mil e um receios...
E sem perguntar nada,
sem saber rigorosamente nada,
sinto que a nossa relação se está a desfolhar,
e como uma rosa vai secando,
Para mal dos meus pecados,
sei, e sei mesmo.
que o mais provavel é secar complectamente.

sábado, 8 de janeiro de 2011


Eu fecho os meus olhos e não sei bem onde me encontro
Vejo mil e um caminhos, mil e uma estradas por onde eu poderia seguir
mas e se, nenhuma delas me levar exactamente onde eu quero estar?
Não se trata de uma questão de ter medo,
não se trata de ter medo de sofrer,
trata-se unica e simplesmente 
de saber se, no caminho que eu seguir tu vais estar lá a minha espera.
provavelmente sim, provavelmente não,
Abro os olhos
e aprecebo-me
 que estou um cruzamento, e de um lado
tenho a estrada que me indica o caminho para
me conhecer a mim mesma,
e do outro lado tenho aquele que me leva a ti.
Mas meu querido eu não vou escolher o caminho até ti
porque antes eu quero me conhecer a mim,
e quero aprender
a aprender a gostar de mim (...)

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Todos os dias olho para ti, todos os dias penso 'quando será que vais mudar?'
Eu não quero fazer de ti uma pessoa diferente, nem por sombras, porque eu amo a pessoa que és.
Tenho pena é que alguém como tu, alguém que têm uma vida toda pela frente , alguém lindo.
esteja agarrado desta maneira,
e por mais que queira ajudar-te , só tu é que te podes ajudar a ti próprio.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

não sinto ter direito a pedir-te nada, ainda por cima a ti.
Mas tu também não tens o direito a tirar-me tudo.
Eu quero esquecer que o que sinto, mas isso ultrapassa limites meus.
Porque vivo, porque o meu coração também bate,porque respiro, falo, e cometo erros,
mas também sofro e faço sofrer,
e sim tenho limites, posso ser diferente mas sou humana.

About me