quinta-feira, 21 de maio de 2009

Cansei me de perdoar todas a vezes que você fazia ageneira... e eu te amando perdoava loucamente... no delirio da paixao me deitava consigo e ao acordar me sentia um farrapo... como uma boneca antiga com qe as crianças brincavam em tempos remotos... No final pensava "Uau... cí outra vez"... é de todas as vezes amigas minhas me gritavam aos ouvidos me dizendo que já bastava.. tanto tormento e caía nele de novo... como criança inocente!
muitos garotos me diziam que o meu sorriso era lindo e que agora estava esmorecendo... eu achava que era piada... outros me diziam que o brilho dos meus lindos olhos azuis estava apagando-se, aí vindo do nada apareceu o cê e me fez ver que havia esperança... deixei ele e acreditei em todas as promeças que você havia feito' me dissera que era difrente de todos os outros garotos, que me iria devolver o brilho e o sorriso tirado... disse que me amava como ninguém que nao deixaria ninguém me fazer mal... e agora?! fez tudo igual e pior abusou de mim ainda pior que o outro... vivi esse tormento e caí sempre na perdiçao de que você iria mudar.. mas nao, deixei pessoas sofrendo e magoadas nao só consigo mas comigo, por nao tomar uma atitude decente e de mulher que já era... Foi ai que apareceu alguém que não me fez nenhuma promessa, que mostrou todos os seus defeitos sem esconder um unico... que não teve medo de mostrar que pessoas verdadeiras são bastante maravilhosas... mostraste-me aquele mundo quase ireal... fizeste-me rir, chorar e chorar a rir ... disses-mos tanta coisa um ao outro... discuções, intrigas, mas o que me fez sempre continuar? As conversas parvas sem nexo? talvez... As discuçoes de 2 min que acabavam em beijos? Talvez... Ou as vezes em que você fazia greve e dizia que nao me beijaria, nem falaria comigo, mas que nunca conseguio chegar ao fim? Talvez... OU a certeza de te amar?? De saber que você mudou grande parte de mim?Não sei sei que antes de encontrar você minha vida era um inferno só ainda tinha estado com pessoas que não prestavam, e que só queriam o meu "mal"... Agora? estou a ver que o conto de fadas que sempre desejei poderá acabar de um momento para o outro... e PUFF... nada...' Se me perguntassem se perferia morrer a que você se esquece-se de mim? Morreria, pois por dentro ao saber que você nao me lembraria já estaria morta... você é o meu ser... meu estar... meu viver!
Com você tudo é mais simples não me deixa nunca!
AMO-TEE Bernardo Filipe Marques (L'

Sem comentários:

Enviar um comentário

About me