terça-feira, 26 de maio de 2009

OLhei o mar com um sorriso, com um olhar doce, e meigo'
Vi que lá bem no fundo o teu barco vinha...
Com ele viria a esperança de um novo mundo...
A felicidade que o meu coraçao aguardava ansiosamente, um sopro de ar fresco sobre a minha face queimada pelo tempo de espera, pelo tempo de ansiedade enlouqecida...
No final atracas te no meu porto, e quando saíste, trazias no coraçao a mesma esperança que eu... estavas á esera de me ver, como a tua felicidade, mas encontraste me esperando a tua'
Passados tempos de pensamentos cruzados e perguntas sem resposta cheguei a conclusao, que ninguém pode esperar a resposta de ninguém, há que seguir em frente... se o barco por o qual espera mos nao nos vem dar alento, há mais portos, mas barcos... [nao acabado]

Sem comentários:

Enviar um comentário

About me